SUHOBRAZIL.com / For Kim Junmyeon (Suho)

EXO Vol.3 EX’ACT, June 2016

Lucky One ver.

Appendix G

Interview EX’ACT #7

lucky_one_chi.ver_SUHO_(6)

 –  Suho 

Keywords: Rooftop, Universe, Confidence

(Palavras-chave: Terraço, Universo, Confiança)

 

💧 Se você comparar o EXO com um filme, que tipo de filme ele seria? E a sua vida? Que tipo de filme ela é?

 

SUHO:  EXO é como um espetacular filme de ficção científica. E a minha vida seria um filme de suspense com uma mudança brusca de enredo?(plot-twist). Hm, pensando sobre isso, acho que melhor do que um filme de suspense, é mais como um filme sobre desenvolvimento do enredo e uma mudança. Eu não estou falando apenas da parte externa; Eu realmente tenho passado pelo processo de breaking down e de me recuperar várias e várias vezes.

 

💧 Entre as letras das canções desse álbum, qual é a sua frase favorita?

 

SUHO:  “Eu vou destruir você” do refrão de Monster é algo que vêem na minha mente. As letras são sobre alguém expressando seus sentimentos (obsessivos) ao ouvinte, mas a expressão “destruir você” é muito radical/extrema. Acho que é provavelmente que eu gosto, e penso que ela é intrigante/interessante/causa reflexão.

 

💧 Qual é o seu horário favorito, e onde é o seu lugar favorito?

 

SUHO: O meu horário favorito é as 7 da manhã. Eu realmente gosto quando posso ouvir os passarinhos cantando enquanto o sol nasce, e de vez em acabo acordando antes da agenda (do dia). Quando eu acordava e olhava para o relógio, vendo que ainda era 7h da manhã, isso significa que eu poderia dormir um pouco mais; e isso fazia com que eu me sentisse muito feliz. Eu também gosto da sensação de frescor da manhã. Se eu acordo cedo pela manhã, eu me sinto uma pessoa esforçada e batalhadora. Eu também sinto que a manhã se torna mais longa, e que eu acabei ganhando mais tempo para mim mesmo.
O meu lugar favorito deve ser algum lugar alto, especialmente um terraço (ou cobertura de um prédio). Quando eu olho para a vista lá embaixo, meu coração se sente a vontade. O ar é muito mais puro do que na rua, então eu me sinto bem. Olhar os lugares lá embaixo de uma vista panorâmica me faz sentir como se olhasse a Terra a partir do Universo. Todo mundo está vivendo ao seu máximo, assim como eu, mas de alguma forma percebo a fragilidade da vida humana. É algo que sempre vêem a minha mente.

 

💧 O que você gosta mais: algo familiar ou algo não familiar?

 

SUHO: Eu gosto de coisas familiares. Eu realmente me sinto estranho quando me encontro diante de algo que tenho que fazer pela primeira vez. Mesmo os programas musicais, que já se tornaram algo familiar para mim; se temos alguma apresentação especial e precisamos firmar do lado de fora, de alguma forma me parece diferente. Eu sou do tipo sensível então quando eu estou no meu espaço familiar, mesmo com uma pequena diferença, eu já me sinto ansioso e nervoso. Em momentos como esse, eu realmente não posso me concentrar no meu trabalho.

 

💧 Mas como ator, você não tem que lidar com diversos desafios novos?

 

SUHO: É a mesma coisa para atuação. Se originalmente a cena é (com o personagem) em pé, mas (de última hora) eles mudam para uma cena sentada, eu me sentiria deslocado. Eu sou o tipo de pessoa que faz muitos planos antes de qualquer trabalho. Improviso é obviamente necessário, mas como eu basicamente já calculei e analisei cuidadosamente o personagem, mudar o script ou alguma coisa do tipo tornaria as coisas difíceis para que eu me concentrasse na atuação. Eu planejo os improvisos depois de me preparar completamente baseado naquilo que foi me dado, mas quando a situação se torna diferente daquilo que eu tinha na minha mente, é difícil mostrar a minha flexibilidade.

 

💧 Fale sobre uma coisa que é boa porque é antiga, e outra coisa que é boa porque é nova:

 

SUHO: Eu acho que a única coisa que é boa porque é antiga são as pessoas. Não importa o quão próximo você se torna de alguém que você conheceu recentemente, você não pode evitar de sentir que seus amigos de longa data são mais preciosos. Uma coisa que é boa porque é nova são as apresentações/performances. Mesmo quando você gosta da música antiga mais do que da nova, quando você apresenta algo novo, de alguma maneira parece que o público reage com mais intensidade a ela; e nós como apresentadores também sentimos essa emoção e satisfação.

 

 

💧 O que você acha que é a coisa mais importante para se atingir um objetivo?

 

SUHO: Planejamento, desespero e confiança em si mesmo. Acreditar em si mesmo é uma coisa extremamente difícil. É por isso que, a partir desse momento, você precisa começar a fazer um plano detalhado que você seja capaz de seguir até um futuro próximo. Se você diz que seu objetivo é atuar em um filme de ação em Hollywood, então comece a trabalhar hoje mesmo. E, claro, aprenda inglês. A crença em você mesmo está relacionada ao sentimento de realização que você tem quando, dia após dia, você faz seus planos e os realiza (/os coloca em prática); Cultivar essa crença todos os dias, executando seus planos, é como você não vai se afundar quando um dia tiver um colapso. A crença que você tem em tudo o que fez até ali será aquilo que vai te manter caminhando em direção ao seu objetivo. A vida nem sempre vai de acordo com os seus planos, mas em momentos como esse, encontre o problema, faça um plano revisado para o seu objetivo, e transforme-o em ação a partir de amanhã.

 

 

💧 Quando você faz algo, o que você acha que é o mais importante: o processo ou o resultado?

 

SUHO: Com certeza é o processo. É o processo quando você aposta desesperadamente a sua vida em alguma coisa, e continua seguido, em algum momento um ótimo resultado aparecerá.
Se você vivesse 100 anos, olhando a longo prazo, você precisaria de mais de 100 anos para ver como as coisas realmente vão se sair. É isso que eles chamam de resultado. É por isso que eu penso que se há um processo onde você quer algo desesperadamente, um dia um bom resultado virá.

 

Figura G1: Suho
 

💧Qual é a imagem que você mais gosta de si mesmo enquanto parte do grupo?

 

SUHO: Como líder, eu faço vários discursos de agradecimento nas premiações. A maior parte do tempo, eu falo primeiro e em seguida os membros falam seus próprios sentimentos. (A imagem favorita de mim mesmo) É quando os membros estão falando, e eu absorvo a idéia de que nós recebemos um prêmio. Eu acho que esse é meu momento favorito. Eu realmente sou grato a cada vez em que recebemos um prêmio. Já que recebemos muitos prêmios em comparação, as pessoas podem pensar que nós não sentimos mais nada quando nós vencemos; porém não tem como não sentir que cada e todo prêmio é muito precioso.

 

💧O seu desejo com relação à direção do EXO?

 

SUHO: Eu não consigo dar palpite sobre (todas as) nossa(s) direção musical no futuro; e as vidas dos membros vão para onde eles a guiarem, então não é um território que eu posso interferir. Mesmo assim, se tem uma coisa que eu desejo é que o EXO possa percorrer um longo, longo caminho. Na verdade, essa é minha crença. Eu realmente acredito que “nós vamos seguir em frente”. Eu espero que nós acreditemos uns nos outros e na proposta de que o EXO será para sempre. Então, o que eu quero dizer é que eu espero que o EXO seja eterno. Pode chegar o momento que o EXO não vai receber mais tanto amor (quanto hoje), mas eu espero que exista para sempre um time chamado EXO.

 

 

💧Entre as coisas visíveis a olho, o que você acha que é mais valioso?

 

SUHO: A ideia sobre coisas visíveis é que seu valor depende do quanto você a valoriza. Eu acho que o valor não está no objeto em si. Por exemplo, quando você dá para alguém uma nota de 1.000 won, o valor (real) será diferente dependendo para quem você vai entregar esse dinheiro. Não importa o quanto seja, é a mesma coisa. Eu acho que o valor (das coisas) depende dos sentimentos que você tem por aquela coisa em si. Porque mesmo entre as coisas que eu possuo, são as lembranças que podem tornar inaceitável perder essa coisa por toda a vida. Eu não acho que podemos avaliar algo baseado no que é visível aos olhos.

 

 

💧 Existe alguma coisa que você tem um interesse constante?

 

SUHO: Fillmes de ação de Ficção Científica como Star Wars, da DC Comics ou da Marvel (Super-Heróis). É a tendência estes dias. Há um universo alternativo para cada peça. As pessoas que aparecem nos universos são tão incríveis. E quando você se afoga em um universo alternativo, por um momento, você pode esquecer da realidade. É por isso que ter um interesse em coisas assim. Mesmo quando eu leio um Webtoon, apenas observando o universo que criaram de si mesmos e como o mostram tão facilmente, independentemente do conteúdo, o fato de que eles existem com tais pensamentos é tão surpreendente em si.

 

 

💧 Entre as criações da raça humana, o que você acha que é o mais magnífico?

 

SUHO: É a nave espacial. Em primeiro lugar, para tornar possível ir até o universo e perceber o quão pequena Terra é. Para ser capaz de sentir o grande universo… É algo muito surpreendente. Para continuar avançando e saber sobre a possibilidade de que possa haver seres vivos fora da Terra, de poder existir outros mundos…É algo muito surpreendente. A nave espacial não foi algo inventado para além das necessidades da vida (alimentação, vestuário, abrigo), foi inventado porque as pessoas querem saber, e desejar ver o que é de além de tudo isso. É ótimo porque é algo criado com o objetivo de chegar ao que é mais/maior. É semelhante à cultura no sentido de que ela é criada fora das necessidades básicas de alimentos, roupas e abrigo. Mas então você vê que a música ou a dança também servem para a sua própria felicidade e alegria. A nave parece transcender até mesmo à cultura.

 

 

💧 Durante um dia todo, quando você acha que o céu é o mais bonito?

 

SUHO: Embora eu goste do céu da manhã fresca, de forma mais objetiva o céu é mais bonito quando o sol se põe. Em Maio, ele deve se pôr em torno de 18:30. Se você vai para próximo do Rio Ha, você pode ver um monte de pessoas que estão lá para tirar fotos. É vermelho por aqui, mas um pouco escuro lá. Há pessoas que gostam dele quando dá pra ver as estrelas, e tem as pessoas que gostam de assistir o nascer do sol na parte da manhã. Mas o céu que faz as pessoas dizerem à pessoa ao lado deles “Uau! Tão bonito! Olhe!” no lugar de “Uau tão lindo” e até mesmo tirar fotos, parece ser da época (Maio?)

 

💧 Quando você sente que um dia é muito curto?

 

SUHO: Hm, eu sinto que um dia é muito curto quando viajo ou saio de férias. Não há tempo suficiente. Mesmo quando eu viajo, eu sou do tipo que faz um itinerário detalhado.

 

 

💧P: Se fosse para ter apenas dia ou da noite, o que você prefere?

SUHO: Se fosse assim, todos morreriam. Em seguida, a era do gelo viria. Eu prefiro que seja dia. De noite seria muito profundo/intenso, não seria uma terra saudável e agradável.
💧 Você é do tipo que acredita em acidente ou fatalidade?

 

SUHO: Ao invés de acidente ou destino, eu sou do tipo que acredita mais em relacionamentos humanos. Mas acidente e destino parecem ser um pouco diferentes. O destino é mais algo que se desenvolve. E o meu destino parece ser um destino que vai terminar bem. O sentido de “bem” pode depender, mas tenho a sensação de que vou levar uma vida feliz e boa.
💧 O que pode ser considerado a bússola (o que guia) da sua vida?

 

SUHO: Eu mesmo. A crença na minha sinceridade. O julgamento sobre o valor de alguma coisa é tudo para mim. Então é por isso que não há nada além de mim mesmo.

 

 

 

 

———————
Trad.ING: @LittleAriel13
Trad.PT: Suho Brazil | @SuhoBr

Não retire os créditos ou utilize o conteúdo da tradução sem autorização!

2 respostas para “[#TRADUÇÃO] 09.06.16 – Entrevista do SUHO para o álbum “EX’ACT” (Ver. Lucky One)”

  1. Fernanda disse:

    Ele é tão intenso. Um exemplo de líde <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *